quarta-feira, 26 de março de 2014

A Paraíba é o sexto estado do Brasil e o segundo da região Nordeste que mais registrou ataques contra agências bancárias no ano passado.

A Paraíba é o sexto estado do Brasil e o segundo da região Nordeste que mais registrou ataques contra agências bancárias no ano passado.É o que indica uma pesquisa elaborada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em parceria com a Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV) e a Federação dos Vigilantes do Paraná (Fetravisp).

O levantamento, que contou com apoio técnico do Dieese, foi divulgado na última sexta-feira e também revela que entre os anos de 2012 e 2013, o Estado teve um aumento de 141,6% no número de ataques.

De acordo com os dados, no ano de 2012 a Paraíba ocupava a 13ª posição no ranking nacional de estados que mais registraram ataques contra bancos, e em 2013 subiu sete posições, aumentando o número de ocorrências de 60 para 145.

Considerando apenas a região Nordeste, em 2012 a Paraíba era o sexto em número de ataques, atrás de estados como Bahia, Ceará e Pernambuco. Já em 2013, o Estado está na segunda posição no Nordeste, ficando atrás apenas da Bahia.

A metodologia da pesquisa divide os ataques a bancos entre assaltos e arrombamentos, incluindo neste último os casos de explosões. Na Paraíba, as ocorrências com maior percentual de aumento (163,1%) foram os assaltos, que saltaram de 19 em 2012 para 50 em 2013.

Dentro desse número, um dos casos mais marcantes foi o assalto ocorrido em maio do ano passado no município de Princesa Isabel, Sertão paraibano. Na época, uma quadrilha formada por sete homens armados invadiu a cidade e assaltou duas agências bancárias. Durante a ação, os criminosos fizeram reféns e trocaram tiros com a polícia.

O duplo assalto rendeu cerca de R$ 1,1 milhão aos criminosos.

De acordo com a Secretaria de Segurança do Estado, cinco deles foram presos meses depois no Tocantins e outros dois morreram durante confronto com a polícia na divisa com o Mato Grosso.

Já os casos de arrombamento ou tentativas na Paraíba, conforme a pesquisa da Contraf-CUT, subiram de 41 em 2012 para 95 em 2013, o que representa um aumento de 131,7%. Ao todo, a pesquisa aponta que o Brasil teve um aumento nas ocorrências de ataques a bancos entre 2012 e 2013, passando de 2.530 para 2.944 casos.

SINDICATO JÁ REGISTRA 33 OCORRÊNCIAS

Seguindo a tendência do ano passado, os casos de ataques a bancos continuam a ocorrer com frequência no Estado. De acordo com levantamento do Sindicato dos Bancários da Paraíba, só este mês foram registrados oito ataques no Estado.

Ao longo do ano já são 33 ataques, um a mais que o mesmo período do ano passado.

O último caso aconteceu na madrugada de ontem, na cidade de São José de Espinharas, no Sertão paraibano. Um grupo de homens fortemente armados chegou à cidade em uma pick-up de cor preta, por volta das 2h, e arrombou a agência do Banco do Brasil, que fica no Centro da cidade.

De acordo com as informações do 3° Batalhão de Polícia Militar (3°BPM), os bandidos explodiram o caixa eletrônico e fugiram levando todo o dinheiro, cujo valor não foi divulgado. O terminal havia sido abastecido na tarde da última segunda-feira, pois ontem seria o dia de pagamento dos aposentados.

Testemunhas informaram que os bandidos usavam armas longas e que, durante a fuga, eles efetuaram vários disparos para o alto, ameaçando os moradores da cidade. No momento do ataque ao banco havia apenas dois policiais de plantão no destacamento da cidade. 

Após a ação, o grupo fugiu por uma estrada vicinal com destino à cidade de Ipueira, no vizinho estado do Rio Grande do Norte.

Ainda na zona rural do município de São José de Espinharas, os bandidos abandonaram e atearam fogo em uma Saveiro, de cor e placas não identificadas.

Tacima Oficial
com jornaldaparaiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário