segunda-feira, 7 de abril de 2014

Ninguém dorme tranquilo', diz mãe de vítima sobre fuga de preso na PB

'Ninguém dorme tranquilo', diz mãe de vítima sobre fuga de preso na PB
 
Eu não acredito que ninguém mais durma tranquilo", desabafa Angineide Pereira de Macedo, mãe de uma das vítimas do preso que fugiu em Campina Grande na quinta-feira (3). O homem condenado por ter violentado e matado a filha de Angineide continuava foragido até às 9h deste sábado (5).

Segundo informações da própria diretoria do presídio, o homem pulou o muro de mais cinco metros da Penitenciária Padrão de Campina Grande e chegou a ser visto pelos agentes penitenciários, que não evitaram a fuga. “Estamos instalando uma sindicância e abrindo um inquériro para apurar as responsabilidades. Alguém deve ter facilitado essa fuga”, acredita o Secretário de Administração Penitenciária, Walber Virgolino.

Sobre o medo, Angineide acredita que atinge toda a comunidade onde ela mora, em Queimadas. "Não sou só eu. Acredito que todas as mulheres se preocupam”, diz a mãe. Ela conta que antes era difícil, mas a família sabia que ele estava preso e não tinha tanta 

preocupação. Mas agora a coisa mudou. “Eu não temo nem por mim: parte da minha vida levou quando levaram a minha filha”, revela.
Um grupo de pessoas solidárias à família formou o chamado Comitê Ana Alice para cobrar providências em relação ao caso. “Ele estava preso e, até onde nós sabemos, dispunha de algumas regalias, algo que a gente precisa também exigir apuração”, denuncia o advogado do comitê, José Ricardo Pereira. O diretor do presídio informou que o preso trabalhava na cozinha e, por isso, tinha livre circulação no local.

O preso que fugiu havia sido preso em novembro de 2012, suspeito de violentar e assassinar a estudante Ana Alice Macedo Valentim, de 16 anos, quando ela voltava da escola na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano. Ela desapareceu em setembro do mesmo ano. O preso também foi indicado pela polícia como suspeito de ter estuprado uma jovem de 18 anos e tentado estuprar uma mulher de 40 anos.
 
Tacima Oficial
Com G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário